A PRODUTORA

Criada em março de 2018, a Ponta de Anzol é uma produtora de audiovisual e eventos sediada em Belo Horizonte – MG. É formada por Bruno Greco, Higor Gomes, Jacson Dias e Maick Hannder. Desenvolvemos curtas e longas metragens de ficção e documentários, videoclipes, publicidade e vídeos institucionais. Trabalhamos também com produção e gravação de shows.

BRUNO GRECO

Produtor, Produtor Executivo e programador de mostras e cineclubes. É graduado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA e pela Escola Livre de Cinema. Cursou em 2019 o Workshop Fémis de Produção Criativa, organizado pelo Projeto Paradiso em parceria com a escola La Fémis (França), e ministrado pela produtora Juliette Grandmont. Recebeu a Bolsa Paradiso para participar do MÁLAGA TALENTS 2020, durante o 23º Festival de Málaga. Integra a Rede de Talentos do Projeto Paradiso.  

Produtor do curta-metragem LOOPING (2019), escrito e dirigido por Maick Hannder, que recebeu duas Menções Honrosas no XII Janela Internacional de Cinema do Recife, o prêmio de Melhor Som no 8º Curta Brasília - Festival Internacional de Curta-metragem, e os prêmios de Melhor Direção e Trilha Sonora no GRIOT - III Festival de Cinema Negro Contemporâneo. O filme ainda foi exibido em vários festivais como o 29º Curta Cinema - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes e o 21º FESTCURTASBH - Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte. Em 2021, Looping foi convidado para a SESSÃO VITRINE 10 ANOS e foi exibido no circuito comercial de cinema em várias salas do Brasil. Foi o Produtor Executivo do curta-metragem SUPER ESTRELA PRATEADA (2018), dirigido por Leonardo Branco e vencedor do prêmio de Melhor Curta no 21º FBCU - Festival Brasileiro de Cinema Universitário, no 8º Festival Sergipe de Audiovisual - Sercine e na 2ª Mostra Internacional de São Luís. Foi Pesquisador do curta-metragem CONTE ISSO ÀQUELES QUE DIZEM QUE FOMOS DERROTADOS (2018), dirigido por Aiano Benfica, Camila Bastos, Cristiano Araújo e Pedro Maia de Brito, vencedor do prêmio de melhor curta e melhor som no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, melhor montagem no XI Janela Internacional de Cinema do Recife, além de ter sido exibido no 40º Festival des 3 continents, na França, e em várias mostras e festivais. É produtor do projeto de curta-metragem MÃE DO OURO, escrito e dirigido por Maick Hannder, contemplado na edição 2019 do edital BH nas Telas. 

Atualmente produz, ao lado de Jacson Dias, os projetos de longa-metragem TEMPESTADE NINJA, escrito e dirigido por Higor Gomes,  PERTO DA MEIA-NOITE, escrito e dirigido por Maick Hannder, e o documentário OUTUBRO, de Vinicius Correia. TEMPESTADE NINJA foi o vencedor do prêmio de Melhor Pitching no Kinoforum Labs – Do Curta ao Longa, durante o 29º Curta Kinoforum - Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, em 2018. Em 2019, o projeto recebeu dois prêmios durante o 10th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting, entre eles o prêmio Incubadora Paradiso 2020, e foi contemplado no edital BH nas Telas, na categoria Desenvolvimento de Roteiro de Longa-metragem. PERTO DA MEIA-NOITE recebeu três prêmios durante o 10º BrLab - Laboratório de Projetos Audiovisuais, incluindo o Prêmio Desenvolvimento Vitrine Filmes, e foi selecionado para o 12th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting. OUTUBRO foi contemplado na Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte 2020, e selecionado para o 12th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting. É, ainda, o Produtor Executivo do projeto de longa-metragem LEVANTE, escrito e dirigido por David Aynan e em fase de desenvolvimento de roteiro. O projeto foi o vencedor do prêmio Incubadora Diáspora, durante o laboratório Diáspora Conecta, e foi contemplado no Prêmio Jorge Portugal para desenvolvimento de longa-metragem, por meio do edital Aldir Blanc (Secretaria de Cultura do Estado da Bahia).

Foi um dos fundadores do cineclube CINEFRONTEIRA, vencedor em 2016 do Prêmio Exibe Minas. Pelo cineclube, foi o Produtor e Programador de mais de 30 sessões entre 2015 e 2018, realizadas em cinemas, centros culturais, escolas e praças públicas de Belo Horizonte e Região Metropolitana. É co-autor da cartilha pedagógica COMUM - FAÇA VOCÊ MESMO EM CINECLUBISMO, que teve seu lançamento durante o 12º CINEOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto, na mesa "Imagem, criação e diferença", e foi apresentada na Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre - RS, à convite do Projeto de Alfabetização Audiovisual. Foi também Produtor e Curador do FITA - FESTIVAL ITINERANTE DO AUDIOVISUAL, em 2017. É o Coordenador Geral da MOSTRA CURTAMETRALHA - CINEMA E AÇÃO, projeto contemplado no edital BH nas Telas 2020 e que terá sua primeira edição em 2022.

É associado da API (Associação das Produtoras Independentes) e da ATCIMG (Associação dos Trabalhadores do Cinema Independente de Minas Gerais).

É sócio-fundador da produtora PONTA DE ANZOL FILMES. Mora em Belo Horizonte-MG.

Contato: [email protected]

HIGOR GOMES

Diretor e roteirista. É graduado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA e pela Escola Livre de Cinema. Integra a Rede de Talentos do Projeto Paradiso.

Seu filme de estreia, o curta-metragem IMPERMEÁVEL PAVIO CURTO (2018), recebeu o prêmio Zózimo Bulbul no 51° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o prêmio de Melhor filme na Competitiva Minas no 20° FESTCURTASBH - Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte e o prêmio de Melhor Filme no 4° MOV - Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco, além de ter sido exibido no 8° Olhar de Cinema - Festival Internacional de Cinema de Curitiba e em mais de 30 festivais e mostras. Em 2019 foi exibido na TV por assinatura pelo Canal Brasil. 

Desenvolve o roteiro do seu primeiro longa-metragem TEMPESTADE NINJA, que ganhou em 2018 o prêmio de Melhor Pitching no Kinoforum Labs – Do Curta ao Longa, durante o 29º Curta Kinoforum - Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo. Em 2019, o projeto recebeu dois prêmios no 10th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting, entre eles o prêmio Incubadora Paradiso 2020, programa de apoio a roteiristas desenvolvido pelo Projeto Paradiso. O projeto foi contemplado na edição de 2019 do edital BH nas Telas, na categoria Desenvolvimento de Roteiro de Longa-metragem.

Em 2018 foi professor do projeto Imagens em Movimento, programa vinculado à Cinemateca Francesa, no qual ofereceu oficinas de cinema para alunos da rede pública de Sabará-MG. 

É associado da APAN (Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro) e da ABRA (Associação Brasileira de Autores Roteiristas).


É sócio-fundador da produtora PONTA DE ANZOL FILMES. Mora em Sabará-MG.

Contato: [email protected]

JACSON DIAS

Produtor de cinema e programador de mostras e cineclubes. É graduado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA. 

Produtor do curta-metragem INGRID (2016), dirigido por Maick Hannder, selecionado para o 44° Festival de Cinema de Gramado, 27° Curta Kinoforum - Festival Internacional de Curta-metragens de São Paulo, 24° Festival Mix Brasil – de Cultura da Diversidade, 31° BFI Flare: London LGBT Film Festival e mais de 40 festivais e mostras no Brasil e no mundo. O curta foi o vencedor do prêmio aquisição SESCTV no 16° Goiânia Mostra Curtas e ganhou mais 4 prêmios em outros importantes festivais, além de ter sido exibido na TV aberta pela Rede Minas. 

Foi Diretor de Produção do média-metragem SETE ANOS EM MAIO (2019) dirigido por Affonso Uchôa, que teve estreia mundial no Festival Visions Du Reel, e foi premiado como filme mais inovador na Burning Lights International Competition. É Produtor do curta-metragem LOOPING (2019), dirigido e escrito por Maick Hannder, que recebeu duas Menções Honrosas no XII Janela Internacional de Cinema do Recife, o prêmio de Melhor Som no 8º Curta Brasília - Festival Internacional de Curta-metragem, e os prêmios de Melhor Direção e Trilha Sonora no GRIOT - III Festival de Cinema Negro Contemporâneo. O filme ainda foi exibido em vários festivais como o 29º Curta Cinema - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes e o 21º FESTCURTASBH - Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte. Em 2021, Looping foi convidado para a SESSÃO VITRINE 10 ANOS e foi exibido no circuito comercial de cinema em várias salas do Brasil. É produtor do projeto de curta-metragem MÃE DO OURO, escrito e dirigido por Maick Hannder, contemplado na edição 2019 do edital BH nas Telas.

Atualmente produz, ao lado de Bruno Greco, os projetos de longa-metragem TEMPESTADE NINJA, escrito e dirigido por Higor Gomes,  PERTO DA MEIA-NOITE, escrito e dirigido por Maick Hannder, e o documentário OUTUBRO, de Vinicius Correia. TEMPESTADE NINJA foi o vencedor do prêmio de Melhor Pitching no Kinoforum Labs – Do Curta ao Longa, durante o 29º Curta Kinoforum - Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, em 2018. Em 2019, o projeto recebeu dois prêmios durante o 10th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting, entre eles o prêmio Incubadora Paradiso 2020, e foi contemplado no edital BH nas Telas, na categoria Desenvolvimento de Roteiro de Longa-metragem.  PERTO DA MEIA-NOITE recebeu três prêmios durante o 10º BrLab - Laboratório de Projetos Audiovisuais, incluindo o Prêmio Desenvolvimento Vitrine Filmes, e foi selecionado para o 12th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting. OUTUBRO foi contemplado na Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte 2020, e selecionado para o 12th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting. É, ainda, o Produtor do projeto de longa-metragem LEVANTE, escrito e dirigido por David Aynan e em fase de desenvolvimento de roteiro. O projeto foi o vencedor do prêmio Incubadora Diáspora, durante o laboratório Diáspora Conecta, e foi contemplado no Prêmio Jorge Portugal para desenvolvimento de longa-metragem, por meio do edital Aldir Blanc (Secretaria de Cultura do Estado da Bahia).

Em 2017 foi programador da Mostra de Artes, Cultura e Diversidade, do Galpão Cine Horto e produtor e curador do FITA – Festival Itinerante do Audiovisual. Em 2018 foi o produtor e programador da II Mostra Internacional Cinema em Cores, em parceria com a Secretaria de Cultura do estado de Minas Gerais. Em 2020 fez parte do júri da 1º Mostra Fale de Cinema Independente. Em 2021 foi produtor da 1° Semana de Cinema Negro de Belo Horizonte. Também em 2021 fez parte do visionamento do 32º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo - Curta Kinoforum.

Foi integrante do coletivo cineclubista CINEFRONTEIRA, e Produtor e Programador de mais de 15 sessões entre 2017 e 2018, realizadas em cinemas, centros culturais, escolas e praças públicas de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Participou do lançamento da cartilha pedagógica COMUM - FAÇA VOCÊ MESMO EM CINECLUBISMO, durante o 12º CINEOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto, na mesa "Imagem, criação e diferença". A cartilha também foi apresentada na Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre-RS, à convite do Projeto de Alfabetização Audiovisual. É o Produtor da MOSTRA CURTAMETRALHA - CINEMA E AÇÃO, projeto contemplado no edital BH nas Telas 2020 e que terá sua primeira edição em 2022. É um dos curadores da plataforma de streaming CARDUME, especializada em curta-metragens brasileiros. É o Produtor e Programador do CINECLUBE MOCAMBO, contemplado no edital BH nas Telas 2020.

Foi Conselheiro LGBTQIA+ pela Sociedade Civil de Contagem-MG. Foi Coordenador Executivo do Projeto de Extensão UNA-Se Contra a LGBTfobia. 

É associado da APAN (Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro), da API (Associação das Produtoras Independentes) e da ATCIMG (Associação dos Trabalhadores do Cinema Independente de Minas Gerais), e Diretor de Igualdade e Inclusão do SINDAV-MG.

É sócio-fundador da produtora PONTA DE ANZOL FILMES. Mora em Belo Horizonte-MG.

Contato: [email protected]

MAICK HANNDER

Diretor e roteirista. É graduado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA, em Belo Horizonte. 

INGRID (2016), seu primeiro curta-metragem, foi selecionado em mais de 40 festivais nacionais e internacionais, entre eles o 44° Festival de Cinema de Gramado, 27° Curta Kinoforum - Festival Internacional de Curta-metragens de São Paulo e o 31° BFI Flare: London LGBT Film Festival. O curta foi exibido na Tv por assinatura, através de um prêmio de aquisição da SESCTV, além de ter sido exibido na TV aberta pela Rede Minas. 

LOOPING (2019), seu segundo curta-metragem, recebeu duas Menções Honrosas no XII Janela Internacional de Cinema de Recife e o prêmio de Melhor Som no 8° Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-metragem, e os prêmios de Melhor Direção e Trilha Sonora no GRIOT - III Festival de Cinema Negro Contemporâneo. O filme ainda foi exibido em vários festivais como o 29° Curta Cinema – Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, 23° Mostra de Cinema de Tiradentes e o 21° FESTCURTASBH – Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte. Em 2021, Looping foi convidado para a SESSÃO VITRINE 10 ANOS e foi exibido no circuito comercial de cinema em várias salas do Brasil.

Desenvolve seu próximo curta-metragem, MÃE DO OURO, projeto que participou do Laboratório de Curta-Metragem do 28° Curta Cinema, no Rio de Janeiro-RJ, e MetroLAb - Laboratório de Curtas do Metrô – Festival do Cinema Universitário Brasileiro, em Curitiba-PR. O projeto foi contemplado na edição 2019 do Edital BH nas Telas. 

PERTO DA MEIA-NOITE, seu primeiro projeto de longa-metragem, recebeu três prêmios durante o 10º BrLab - Laboratório de Projetos Audiovisuais, o Prêmio Desenvolvimento Vitrine Filmes, o prêmio Cesnik, Quintino & Salinas Advogados, e  o prêmio C/as4atro. O projeto foi, ainda, selecionado para o 12th Brasil CineMundi - International Coproduction Meeting.

É associado da APAN (Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro).

É sócio-fundador da produtora PONTA DE ANZOL FILMES. Mora em Betim-MG.

Contato: [email protected]